Lena Lustosa
"Escrevo por que não me basto..." Lena Lustosa
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


 
Poetas e versos
 
O poeta em versos transcende
Às vezes mais, outras menos
E o verso nasce em abstrato e
 Lapidado vai ganhando  formato.
Livre ou rebuscado...
Com as palavras faz estrago
Sem limites, até um simples rabisco
Traz sempre algo  único e inspirado
Diz tudo... diz nada ou até  absurdos.
Rasga o padrão e tira licença poética
Dá show com formas  pirotécnicas
Amante ou profeta, pouco importa
O poeta, cujo coração é um verso,
Verseja amores confessos.
Poeta  triste... Ei-lo  num poema
Quando alegre... É riso em versos
E assim, eis a vida plena e completa
Na poesia que é a alma do poeta.
 



Homenagem ao dia do poeta (04.10.2108).


"Não se nasce mulher, torna-se" Simone Beauvoir
"Não se é feito poeta,  nasce-se." Lena Lustosa.
Imagem do Google. 

 
Lena Lustosa
Enviado por Lena Lustosa em 06/10/2018
Alterado em 06/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários